Mirian: FHC usou empresa para me bancar no exterior (via Paulo Henrique Amorim/Conversa Afiada)

Por Celso Vicenzi

A coisa é mais cabeluda. A questão não é só afetiva e moral, porque sobre isso ninguém tem nada que se meter – embora diga muito sobre o caráter de FHC. Mas usar empresa para bancar contas do filho e da amante no exterior, enquanto era presidente, precisa ser investigado. Aliás, o que não precisa ser investigado na vida de um ex-presidente que vendeu boa parte das empresas púbicas a preço de banana? Se nossos doutos juízes, procuradores e integrantes da PF aprofundassem as denúncias do livro “A Privataria Tucana” (se o que está ali é mentira, por que não processaram?), é provável que alguns tucanos teriam que passar o resto de suas vidas na prisão.

Na entrevista à Folha, Miriam Dutra ampliou o estoque de denúncias contra FHC.

OK, um grande jornal resolveu sair do silêncio (até porque esconder, a essa altura, pegaria muito mal), mas duvido que os tradicionais colunistas que caem de pau em Lula e Dilma façam o mesmo com FHC. A conferir os desdobramentos.

http://www.conversaafiada.com.br/brasil/mirian-fhc-usou-empresa-para-me-bancar-no-exterior

Compartilhe
Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Share On Linkedin
Contact us

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *