Processo de impeachment foi grosseiramente forjado (entrevista especial com Fábio Konder Comparato/via IHU On-Line)

“O Presidente da Câmara dos Deputados e seus auxiliares forjaram grosseiramente a existência de um crime de responsabilidade da Presidente Dilma Rousseff”, diz Fábio Konder Comparato à IHU On-Line (26/4/2016).

http://www.ihu.unisinos.br/entrevistas/processo-de-impeachment-foi-grosseiramente-forjado-entrevista-especial-com-fabio-konder-comparato/554103-processo-de-impeachment-foi-grosseiramente-forjado-entrevista-especial-com-fabio-konder-comparato

Quem com ferro fere… Força Tarefa da Lava Jato pode tornar-se alvo de delação premiada (por Marcelo Auler)

Por Marcelo Auler (www.marceloauler.com.br) – 30/4/2016.

Parece algo surreal, mas é possível que ocorra. Na Operação Lava Jato, que ao longo dos últimos 25 meses apoiou grande parte do seu trabalho em 49 delações premiadas, conquistadas, segundo denúncias, com a pressão das prisões preventivas e de outras ameaças, o feitiço poderá virar contra o feiticeiro.

Amedrontada, Meire Bonfim da Silva Poza, a ex-contadora de Alberto Youssef que praticamente trabalhou como “infiltrada” para a Polícia Federal, como descreveu a revista CartaCapital, pensa em pedir segurança ao governo, para ela e a filha. Fala em ingressar em um programa de proteção a testemunhas. Caso concretize esta sua vontade, ela deverá narrar tudo o que sabe, para justificar o risco que diz correr. Falar, inclusive, da sua colaboração à Força Tarefa que, certamente, também será alvo das delações.

Leia, na íntegra:

http://www.marceloauler.com.br/quem-com-ferro-fere-forca-tarefa-da-lava-jato-pode-tornar-se-alvo-de-delacao-premiada

Estudante carrega enxada na cerimônia de formatura em homenagem aos pais (por Revista Pazes)

http://www.revistapazes.com/enxada-formatura

Por Revista Pazes –  30/4/2016.

Mais uma prova de que uma alma grata é capaz de indizíveis belezas!

Na cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte, a jovem Kauany Sousa, de 24 anos, ergueu uma enxada durante sua entrada na cerimônia de formatura do curso de Serviço Social, na UnP (Universidade Potiguar) para agradecer seus pais pelo esforço no trabalho na roça para garantir o sustento dela e de mais três irmãos.

A homenagem feita pela estudante Kauany Sousa aos seus pais durante sua formatura no curso de Serviço Social na UnP (Universidade Potiguar) emocionou não só os convidados presentes na cerimônia, mas também milhares de internautas. Na festa, ocorrida no dia 9 de abril na cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte, Kaunany levantou uma enxada para representar o trabalho de seus pais que garantiu o sustento da família durante sua infância difícil no campo.

“Eu lembro do meu pai saindo todos os dias para trabalhar, como ele faz até hoje. Trabalhar na roça, para dar sustento para mim e mais três irmãos. Desde o início, foi sempre assim. A lembrança que eu tenho é de ver ele sair de casa para trabalhar”, contou a jovem de 24 anos em entrevista ao canal UERN TV, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. A renda de seu pai, Nilson Pereira, não passava de R$ 20 por semana. Por conta das dificuldades financeiras, a família tinha problemas até mesmo para conseguir comer todos os dias.

“[Lembro] de ver minha mãe preocupada todos os dias para dar um prato de comida para a gente. Muitas vezes não tinha e ela agradecia a Deus quando um vizinho chegava e dava uma alimentação. Eu lembro que na época meu pai ganhava R$ 20 por semana, para trabalhar no sol quente, todos os dias”, relata.

Assista o vídeo.

 

Janaína cai em pegadinha e confirma que impeachment também deveria recair sobre Temer

Por Celso Vicenzi – 30/4/2016.

A prova de que os autores do pedido do impeachment não buscam justiça, mas apenas destituir politicamente quem foi eleita por 54 milhões de votos, é a pegadinha em que caiu Janaína Paschoal, achando que estava acusando Dilma, quando o fato se referia a Temer (confira o vídeo, abaixo), em resposta a um questionamento do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Os autores do pedido de impeachment em nenhum momento cogitaram de entrar também contra o vice-presidente, que assinou os mesmos atos de que acusam a presidenta.

Porque é claro que se trata de um golpe político e não uma peça jurídica (sem nenhuma consistência), ainda mais quando só é aplicada contra uma única pessoa, embora o vice-presidente, governadores e prefeitos também tenham feito a mesma coisa e nunca foram acusados de nada. Janaína só confirma tudo: É golpe!

https://www.facebook.com/ademar.vargasdefreitas/posts/1152157951503364

 

O impeachment não pode ser vendido separadamente. O pacote é este, inteirinho (por Fernando Brito/via Tijolaço)

AROEIRABOATO

No ódio simplório que se implantou neste país, um argumento parece bastar.

“Fora Dilma, Fora, Lula, Fora PT” foi bradado com um uma “chave mágica” para qualquer coisa.

Leia o texto, na íntegra:

http://www.tijolaco.com.br/blog/o-impeachment-nao-pode-ser-vendido-separadamente-o-pacote-e-este

Lindbergh a Anastasia: vai condenar por crime que você cometeu? (por Jornalistas Livres/via Conversa Afiada)

Comentário do Vinicius B. Vicenzi – 29/4/2016.

No final das contas, foi ótimo a Relatoria ter ficado com o Anastasia (PSDB). É gritante que no Brasil de 2016 a Justiça tenha dois pesos e duas medidas. É provável que o Golpe se concretize, mas não dá mais para disfarçar esse tal de impeachment. É Golpe, transparente. E uma irresponsabilidade total para com o futuro do país.

Confira o vídeo dos Jornalistas Livres, reproduzido pelo Conversa Afiada:

http://www.conversaafiada.com.br/economia/lindbergh-a-anastasia-vai-condenar-por-crime-que-voce-cometeu

Se Senado afastar Dilma, STF tem de invalidar decisão imediatamente, afirma juiz (por Lúcia Rodrigues/via Caros Amigos)

http://www.carosamigos.com.br/index.php/politica/6602-se-senado-afastar-dilma-stf-tem-de-invalidar-decisao-imediatamente-afirma-juiz

Por Lúcia Rodrigues – Caros Amigos – 29/4/2016.

O juiz e presidente da Associação Juízes para a Democracia (AJD), André Bezerra, considera que o Supremo Tribunal Federal (STF) tem de invalidar a decisão dos senadores imediatamente, se o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff for aprovado no plenário do Senado no próximo dia 11.
De acordo com o magistrado, as pedaladas fiscais não constituem crime. E portanto não podem derrubar a presidente Dilma do cargo. “O Supremo tem de invalidar o impeachment”, enfatiza.
Para André, o STF não pode se omitir. “O momento é grave. O mundo inteiro está colocando em xeque a nossa democracia. O Supremo tem de dizer que a Constituição é coisa séria. Tem de ser o guardião da Constituição. Portanto, tem de invalidar o afastamento da presidente (se vier a ocorrer), porque ela não cometeu crime.”
Ele explica que até agora o Supremo não entrou no mérito da ação do impeachment. “Vinha alegando que não ia interferir em atos internos do legislativo, mas a partir do momento em que o afastamento se consumar, terá de se posicionar porque a decisão afetará a presidente e os eleitores que votaram nela. Esse será o momento do Supremo para julgar o mérito da ação, não pode ficar esperando pelos 180 dias”, frisa.
Vexame no Senado
O vexame da advogada Janaína Paschoal na madrugada desta sexta (29), no Senado, reforça ainda mais a fragilidade da peça, assinada por ela, Miguel Reale Jr. e Hélio Bicudo, que deu origem ao pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados.
A pergunta do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) escancarou o viés inquisitorial do processo e revelou para os parlamentares e telespectadores que acompanhavam a sessão da comissão do Senado, o profundo despreparo de Janaina Paschoal sobre o texto que ela assina.
Ao responder ao questioamento de Randolfe sobre sete decretos de crédito suplementar assinados em 2015, Janaina foi categórica ao enfatizar que se tratava de crime. O que ela não sabia era que os decretos elencados pelo senador do Amapá foram assinados pelo vice-presidente, Michel Temer.
Ao ser informada por ele que se tratavam de decretos assinados por Temer, o contrangimento foi avassalador.
“Isso prova a fragilidade jurídica do pedido de impeachment. Já tem o resultado, aí inventa um fato qualquer para justificar o que se quer”, critica o juiz. “Por isso é a hora do Supremo agir. Tem a obrigação de cumprir seu papel.”

Cinco coisas que você não sabia sobre como o aquecimento global vai estragar seu trabalho (via blog do Observatório do Clima).

Via blog do Observatório do Clima – 29/4/2016.

“Um grande estudo do Pnud (Programa das Nações Unidas para o desenvolvimento) publicado nesta semana mostrou que os países tropicais têm sofrido quedas na produtividade dos trabalhadores devido ao aumento das temperaturas globais nos últimos 30 anos. E esse quadro só vai se agravar nas próximas décadas, causando perda em horas de trabalho e tornando os países pobres ainda mais pobres – mesmo que nós consigamos manter o aquecimento global no limite de 1,5oC proposto no Acordo de Paris.”

Leia mais:

http://blog.observatoriodoclima.eco.br/#sthash.xGv126FE.tpoAgdjH.dpbs