O golpista não tolera é ouvir que é um golpista (por Fernando Brito e Janio de Freitas/via Tijolaço e Folha de São Paulo)

sombrio

Por Fernando Brito e Janio de Freitas/via Tijolaço e Folha de São Paulo – 1/9/2016.

“Em inúmeras vezes, nas sessões do impeachment que presidiu, o ministro Ricardo Lewandowski disse ao plenário, com pequenas variações de forma: “Neste julgamento, os senadores e senadoras são juízes, estão julgando”. Entre os 81 juízes, mais de 70 declaravam o seu voto há semanas, e o confirmaram na prática. Um princípio clássico do direito, porém, dá como vicioso e sujeito à invalidação o julgamento de juiz que assuma posição antecipada sobre a acusação a ser julgada. O que houve no hospício –assim o Senado foi identificado por seu presidente, Renan Calheiros– não foi um julgamento.”

Leia mais:

http://www.tijolaco.com.br/blog/o-golpista-nao-tolera-e-ouvir-que-e-um-golpista

Compartilhe
Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Share On Linkedin
Contact us

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *