A delação dos donos da JBS e o verdadeiro custo do golpe no Brasil (por José Álvaro Cardoso)

Por José Álvaro Cardoso – 23/5/2017.

Na recente delação feita pelos donos da JBS, um deles afirmou que a empresa desembolsou, entre 2010 e 2017, mais de 1 bilhão de reais em propinas. Segundo versão da turma que coordena a Lava Jato a quantidade de propina pagas alcança algo em torno de dois bilhões de dólares. É muito dinheiro. Porém, é fundamental levar em conta que todo este dinheiro é o da “cachaça”, o valor representa um nada em relação ao que os golpistas estão levando e pretendem ganhar com o golpe. Por exemplo, em abril o Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais) decidiu que o banco Itaú não precisará pagar impostos relativos à fusão Itaú/Unibanco realizada em 2008. O valor do benefício concedido ao Itaú, no meio de uma crise fiscal dramática, é de R$ 25 bilhões, o processo de maior valor que tramitava no Carf. Vinculado à Receita Federal, o Conselho julga os recursos recebidos pela Receita contra a cobrança de multas e tributos. Com base na legislação, os técnicos do Ministério da Fazenda pretendiam cobrar Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido por ganhos de capital, decorrentes do processo de fusão.

Leia mais:

https://webmail.ole.net.br/service/home/~/?auth=co&loc=pt_BR&id=32100&part=2

O golpe, um ano depois

Circula no FB – maio/2017

O DIA DA VERGONHA

Um ano atrás, um golpe maquinado para tirar do poder a primeira mulher eleita para governar o Brasil teve início. Ela acabou deposta. O principal mentor do golpe está preso. O principal beneficiário, acuado por graves denúncias. E, desde então, o país só anda pra trás. E a democracia não foi restaurada.

#ForaTemer #Democracia #Impeachment #DiadaVergonha

O DIA DA VERGONHAUm ano atrás, um golpe maquinado para tirar do poder a primeira mulher eleita para governar o Brasil teve início. Ela acabou deposta. O principal mentor do golpe está preso. O principal beneficiário, acuado por graves denúncias. E, desde então, o país só anda pra trás. E a democracia não foi restaurada.#ForaTemer #Democracia #Impeachment #DiadaVergonha

Publicado por Humberto Costa em Segunda, 17 de abril de 2017

Cai, não cai… mas, afinal, o que deve cair? (por Mauro Iasi/via blog da Boitempo)

Por Mauro Iasi – 23/5/2017 – via blog da Boitempo.

A presente crise não clama por mais democracia representativa, mas indica seu mais evidente limite, o que exige urgentemente uma nova forma política. Há uma alternativa que se abre na medida em que a crise política se converte em crise do Estado.

Leia mais:

https://blogdaboitempo.com.br/2017/05/23/cai-nao-cai-mas-afina-o-que-deve-cair

Mirem-se em Maluf

Por Celso Vicenzi – 23/5/2017.

Não sei porque todo esse desespero do Aécio. Basta dizer que o STF acaba de condenar o Maluf a mais 7 anos de prisão e multa. Ou seja, se Maluf ainda tá solto, por que não ter esperanças, não é?

Safatle: “Nos resta a desobediência sistemática a todas as ações governamentais” (via blog da Boitempo)

Por Vladimir Safatle – 19/5/2017 – via blog da Boitempo.

“Uma das bases da democracia é não submeter a soberania popular nem a decisões equivocadas feitas no passado,nem a instituições aberrantes. O povo não é prisioneiro dos erros do passado, mas sua vontade é sempre atual e soberana. Ele pode desfazer as leis que ele mesmo fez e destituir instituições que se mostram corrompidas”.

Leia mais:

https://blogdaboitempo.com.br/2017/05/19/safatle-nos-resta-a-desobediencia-sistematica-a-todas-as-acoes-governamentais

Moro, Lula e a justiça em país civilizado

Simples assim: em país civilizado, juiz não é investigador, não tem que procurar provas de condenação ou inocência, deve permanecer equidistante para julgar. E muito menos, ainda, achar que é celebridade.

Em frente ao parlamento alemão, Valeska Teixeira Martins e Geoffrey Robertson conversaram sobre o processo judicial de Lula.

https://www.facebook.com/Lulastruth/videos/1435100243202402/?autoplay_reason=gatekeeper&video_container_type=0&video_creator_product_type=2&app_id=2392950137&live_video_guests=0

Inundações costeiras podem dobrar em 2030 (por Observatório do Clima)

Turista fotografa ressaca no litoral do Rio de Janeiro. Inundações vão aumentar na região, revela estudo. Foto: Daniel Scelza

Turista fotografa ressaca no litoral do Rio de Janeiro. Inundações vão aumentar na região, revela estudo. Foto: Daniel Scelza.

Por Observatório do Clima – 19/5/2017.

Estudo mapeou o impacto do aumento do nível do mar em regiões litorâneas e fez um alerta: áreas tropicais, como Rio de Janeiro e Vitória, serão as mais atingidas pelos eventos climáticos extremos.

Leia mais:

http://www.observatoriodoclima.eco.br/inundacoes-costeiras-podem-dobrar-em-2030