A corrupção sem disfarces

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Por Celso Vicenzi – 21/6/2017.

A corrupção agora acontece na cara do freguês, mas como a freguesia é outra, os jornalistas acham tudo normal, os revoltados não batem mais panelas, a justiça fecha os olhos e os patos que foram às ruas abanar seus rabinhos indignados voltaram para seus quintais, onde pousam a bunda em confortáveis sofás, de onde assistem tudo com cara de paisagem.

Compartilhe
Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Share On Linkedin
Contact us

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *