Carta aberta ao presidente interino Michel Temer (por Tereza Cruvinel/via Brasil247)

Por Tereza Cruvinel – 17/5/2016.

“Senhor presidente: a sociedade reconhece a TV Brasil e os canais EBC como coisa sua. E protestará contra a destituição do diretor-presidente ao arrepio da lei, não para defender um direito subjetivo dele. O que está em causa é a inobservância da lei e a preservação de um direito difuso da  sociedade brasileira, o direito a uma comunicação pública complementar e independente, asseguradora da expressão da diversidade e da pluralidade, característica das sociedades democráticas.”

Leia mais:

https://www.brasil247.com/pt/blog/terezacruvinel/232621/Carta-aberta-ao-presidente-interino-Michel-Temer.htm

Manifesto pede que senadores não repitam golpe de 1964 (via Brasil247)

:

Por Brasil247 – 3/5/2016.

Carta Aberta assinada por mais de uma centena de profissionais de diversas profissões e de vários Estado do país, que se definiram como “um grupo de democratas” pede aos senadores para 2016 “não repetir a tragédia de 1964”. Eles citam quatro argumentos: o impeachment não resolverá a crise política; a votação na Câmara produziu um constrangimento ultrajante em toda a população; não há sustentação jurídica para o impeachment; o Brasil vive uma crise política tão grave como em 1964, e uma crise econômica que é, em grande parte, decorrência de dois anos de turbulência orientada para o ataque à estabilidade do governo.

Leia mais:

http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/229888/Manifesto-pede-que-senadores-n%C3%A3o-repitam-golpe-de-1964.htm

Em carta, feministas agradecem declaração de Sanders e questionam silêncio de Hillary sobre golpe que prejudica brasileiras (via Viomundo)

“Acredito que nenhuma mulher que apoie a luta pela igualdade de gênero deva votar em uma candidata que fala em favor dos direitos das mulheres americanas no plano doméstico e, simultaneamente, se alinha a forças conservadoras que objetivam despedaçar direitos humanos básicos de 100 milhões de mulheres, no plano internacional.

Diante disso, não há como apoiar a candidatura da Senadora Clinton.

Desejo que toda mulher americana que acredite em igualdade de gênero também pense profundamente sobre esta questão.”

Leia a Carta, na íntegra:

http://www.viomundo.com.br/denuncias/em-carta-a-bernie-sanders-feministas-agradecem-por-democrata-condenar-intervencao-dos-eua.html

Palhaços e circos publicam carta de repúdio ao Deputado Tiririca (por Ninja)

https://ninja.oximity.com/article/Palha%C3%A7os-e-circos-publicam-carta-1

“Portanto, deputado Tiririca, trocando em miúdos: no último domingo, lamentavelmente, o senhor não representou os palhaços e palhaças profissionais, envergonhando aqueles que buscam honrar o seu ofício de levar alegria ao povo brasileiro.”

Foto: Daniel Ferreira/ Metrópoles
Foto: Daniel Ferreira/ Metrópoles
21/4/2016

Ao Excelentíssimo Senhor Tiririca Deputado Federal

Senhor Deputado,

Nós, palhaças e palhaços profissionais, brasileiros e estrangeiros engajados na defesa da democracia do Brasil, manifestamos nossa mais completa insatisfação e repúdio em relação à postura e ao voto de V.Exa na votação do processo de impeachment do último domingo, 17 de abril de 2016.

Como o senhor bem sabe, nossa profissão se baseia, acima de tudo, na verdade e na honra com a qual o artista se dirige a seu público.

O que certamente nos diferencia do senhor, na atual situação de nosso país, é a coragem ética com a qual nós, ao contrário de V.Exa, lutamos pela consolidação da, ainda frágil, democracia brasileira.

Sabemos perfeitamente que, em nosso sistema constitucional, não se pode derrubar um governo simplesmente porque não se concorda com sua política. É preciso que se prove a existência de crime de responsabilidade. E tal noção de crime, forjada do dia para noite, em uma Câmara cujo presidente é investigado na operação Lava Jato, arranha consideravelmente a legitimidade de um processo que se pretende honesto.

V.Exa não quer, ou não tem interesse em observar esses fatos com isenção, honra e justiça. Daí nossa brutal e essencial diferença.

Portanto, deputado Tiririca, trocando em miúdos: no último domingo, lamentavelmente, o senhor não representou os palhaços e palhaças profissionais, envergonhando aqueles que buscam honrar o seu ofício de levar alegria ao povo brasileiro.

Assinam esta carta, as entidades circenses, os coletivos de circo e da palhaçaria e os artistas abaixo:

Cooperativa nacional de CircoCooperativa Paulista de TeatroHugo Possolo e Raul barretto – Parlapatões Patifes e Paspalhões – SP Fernando sampaio – Cia. La mínima – SPesio magalhães e tiche vianna – Barracão Teatro – SP – Campinas
fernando yamamoto – cLOWNS DE SHAKESPEARE – RN
Lily curcio – Seres DE LUZ – sp – cAMPINAS
dagoberto feliz e suzana aragão – folias d´arte – sp
Vera Abbud – As Graças – sp
VAL DE CARVALHO – Coletivo SampalhAças – SP
paulo federal – Casa 360 – Espaço de Arte e bem estar – sp
SILVIA LEBLON – NA Companhia dos anjos – sp – campinas
christiane paoli quito – professora da escola de arte dramática/eca-usp
bete dorgam – professora da escola de arte dramática/eca-usp
Angel Bonora Jorda – Espanha.
Angela de Castro – Inglaterra
Claudio Carneiro – Cirque du Soleil
Ivan Prado – PORTAVOZ INTERNACIONAL DE PALLASOS EM REBELDIA
Duo Finelli – EUA
giovanni foresti – oucloup – itália
Erin Leigh Crites – EUA
Daniela barros – RJ
ÂNGELO BRANDINI – SP
CHRISTIANE GALVAN -SP
VERA LUCIA RIBEIRO – aS MARIAS DAS GRAÇAS – RJ
eSTUDANTES DO INSTITUTO DE ARTES DA UNESP
Festival dos Inhamuns de Circo, Bonecos e Artes de Rua – CE
Circo Escola Lona da Maria – Ce – Itapipoca
MOVIMENTO POPULAR ESCAMBO LIVRE DE RUA – Brasil
ANEPS (Articulação Nacional de Movimentos e Práticas de Educação Popular e Saúde) – SC
Ponto de Cultura Galpão da Cena de Itapipoca – ce
Associação de Artes Cênicas de Itapipoca -AARTI- Ce
CIRCO GUARACIABA – SP – SOROCABA
CIRCO KOSKOSWISK – SP – SOROCABA
Cia. Balé Baião – ce
Arte JUCÁ – ce
CERVANTES DO BRASIL – CE
Coletivo M´Boitata – MS – Dourados
paola mussati – cia. pelo cano – sp
lUCIANA vIACAVA – cia do ó – sp
Instituto hahaha – Mg
bando de palhaços – rj
lona bamba – sp
Dona Zefinha – ce
circo klenquen – SP
forças armadas – sp
circo di só ladies – sp
CIA. Cromossomos – SP
Circo do Asfalto – SP – São Bernardo do Campo
Coletivo Bassusseder – SP
Cia Vôos – Sp
Esquadrilha da risada – sp
Cia. da Reprise – sp
Exército contra nada – sp
clowbaret – sp
Cia. Maravilhas – PE
Cia. Humatriz – PE
Las cabaças – pará – brASIL
CIRCOVOLANTE – MG
Grupo Off-Sina – RJ
Cia do Solo – RJ
Núcleo Artístico Gema – RJ
Cia Theatro em Cena – MT
Companhia Cênica Ventura – RN
Grupo Teatral Nativos da Terra Rasgada – SP – sorocaba
Charanga Mutante – rj
BANDO LA TRUPE- RN
CIA. CIRANDUÍS – Rn
CIA. ARTE E RISO DE UMARIZAL – rn
CIA ARTE VIVA DE SANTA CRUZ – rn
GRUPO CAFURINGA DE RECIFE – pe
MOVIMENTO CHÁ, CAFÉ, PROSEADO – rn
CENOPOESIA TRAK-TRAK – rn
Palhaço Gourmet – pr
Circo Rodado – prColetivo Miúdo – pr
CIRCOVOLANTE – Mg
PALHAÇO CUS-CUZ – JUNIO SANTOS – BRASIL
Cia. Gêmea – Mg
Coletivo VagaMundo – Rs

Ato unitário em defesa da democracia

Mesmo para quem não mora no Rio de Janeiro e não pode ir, vale a pena ler as razões da convocação do ato público que Leonardo Boff, Chico Buarque de Hollanda, Wagner Moura, Fernando Morais e Eric Nepomuceno fazem aos brasileiros e brasileiras.

Ato unitário em defesa da democracia
Segunda-feira, dia 11 de abril, às 17 horas, na Fundição Progresso, na Lapa, Rio de Janeiro.

O que vivemos hoje no Brasil é uma clara ameaça ao que foi conquistado a duras penas: a democracia. Uma democracia ainda incompleta, é verdade, mas que soube, nos últimos anos, avançar de maneira decidida na luta contra as desigualdades e injustiças, na conquista de mais espaço de liberdade, na eterna tentativa de transformar este nosso país na casa de todos e não na dos poucos privilegiados de sempre.

Nós, trabalhadores das artes e da cultura em seus mais diversos segmentos de expressão, estamos unidos na defesa dessa democracia.

Da mesma forma que as artes e a cultura do nosso país se expressam em sua plena – e rica, e enriquecedora – diversidade, nós também integramos as mais diversas opções ideológicas, políticas, eleitorais.

Mas nos une, acima de tudo, a defesa do bem maior: a democracia. O respeito à vontade da maioria. O respeito à diversidade de opiniões.

Entendemos claramente que o recurso que permite a instauração do impedimento presidencial – isso que em português castiço é chamado de ‘impeachment’ – integra a Constituição Cidadã de 1988.

E é precisamente por isso, pelo respeito à Constituição, escudo maior da democracia, que seu uso indevido e irresponsável se constitui em um golpe branco, um golpe institucional, mas sempre um golpe. Quando não há base alguma para a sua aplicação, o que existe é um golpe de Estado.

Muitos de nós vivemos, aqui e em outros países, o fim da democracia.

Todos nós, de todas as gerações, vivemos a reconquista dessa democracia.

Defendemos e defenderemos, sempre, o direito à crítica, por mais contundente que seja, ao governo – a este e a qualquer outro.

Mas, acima de tudo, defendemos e defenderemos a democracia reconquistada. Uma democracia, vale reiterar, que precisa avançar, e muito. Que não seja apenas o direito de votar, mas de participar, abranger, enfim, uma democracia completa, sem fim. Em que cada um possa reivindicar o direito à terra, ao meio-ambiente, à vida. À dignidade.

Ela custou muita luta, sacrifício e vidas. Custou esperanças e desesperanças.

Que isso que tentam agora os ressentidos da derrota e os aventureiros do desastre não custe o futuro dos nossos filhos e netos.

Estamos reunidos para defender o presente. Para espantar o passado. Para merecer o futuro. Para construir esse futuro. Para merecer o tempo que nos foi dado para viver.

Leonardo Boff
Chico Buarque de Hollanda
Wagner Moura
Fernando Morais
Eric Nepomuceno.

(Compartilhado do FB de Fernando Morais).

Mais de 4 mil professores universitários assinam Carta da Democracia (via Brasil247)

https://www.brasil247.com/pt/247/sp247/223932/Mais-de-4-mil-professores-universit%C3%A1rios-assinam-Carta-da-Democracia.htm

:

Carta aberta de professores universitários brasileiros dirigida à comunidade acadêmica internacional recebe adesão, em uma semana, de mais de 4 mil docentes e pesquisadores do ensino superior, no mais expressivo e amplo posicionamento da academia na denúncia à tentativa de golpe no Brasil; o ato oficial de lançamento da carta acontecerá nesta quarta (6) na Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais da USP, com a presença já confirmada dos professores Alfredo Bosi, Ruy Fausto, Lincoln Secco, Luiz Bernardo Pericás, Marilena Chauí, Laymert Garcia dos Santos, Deisy Ventura, Vera Paiva, João Adolfo Hansen, Vladimir Safatle, Heloísa Buarque de Almeida, Marcio Sotelo Felippe e Dennis de Oliveira. leia mais →