A história da filosofia em 40 filmes

A História da Filosofia em 40 Filmes foi um Curso ofertado pela Caixa Cultural do Rio de Janeiro com curadoria de Alexandre Costa e Patrick Pessoa. A mostra-curso pôs em pauta temas filosóficos fundamentais e promoveu o diálogo de cineastas, como Bergman, Fellini, Glauber, Wenders, Kurosawa, Kubrick, Visconti e Godard, com importantes pensadores, entre eles Platão, Descartes, Kant, Marx, Nietzsche, Benjamin, Heidegger, Sartre e Foucault.

Organizado em dez módulos temáticos – “O que é a filosofia?”, “Questões estéticas”, “Mito e Tragédia”, “O Existencialismo”, ”O amor em fuga”, “Morte e Finitude”, “História e Violência”, “O Fascismo hoje”, “Cinema e Revolução” e “O cinema nacional e a interpretação do Brasil” –, a mostra/curso ‘A História da Filosofia em 40 Filmes’ faz refletir sobre diferentes disciplinas filosóficas, tais como a metafísica, a epistemologia, a ética, a política e a estética.

Leia mais:

http://simposion.blogspot.com.br/p/a-filosofia-em-40-filmes.html

Mulher no cinema, um retrato fora de foco (por Beth Sá Freire/via Outras Palavras)

170111_Os passaros The Birds Alfred Hitchcock filme

Tipy Hedren em “Os Pássaros”, de Alfred Hitchcock.

Por Beth Sá Freire – 13/1/2017 – via Outras Palavras.

Histéricas, traiçoeiras, frígidas ou mães coragem: representação do feminino nas telas é preconceituosa e desigual — e nem Hitchcock escapa. É que mulheres não decidem o que vai para as telas.

Leia mais:

http://outraspalavras.net/destaques/mulher-no-cinema-um-retrato-fora-de-foco

20 filmes que exploram o olhar das crianças sobre o mundo (por Dafne Melo/via educacaointegral.org.br)

Por Dafne Melo – via – www.educacaointegral.com.br

Como as crianças vivem momentos de efervescência política? Como vivem o acirramento da luta de classes? Como elaboram o luto, as perdas e o abandono? Ou a separação de seus pais? Como elas experimentam a pobreza e as mazelas do mundo?

Quando pensamos em filmes com crianças, não vem à nossa cabeça realidades adversas e complexas, mas o cinema tem se dedicado bastante em construir um olhar infantil sobre situações permeadas pelo sofrimento.

E se a realidade vivida é difícil de suportar, maior a necessidade de substituí-la por outra mais lúdica e poética, o que as crianças fazem melhor do que ninguém.

O privilégio da infância é podermos transitar livremente entre a magia da vida e os mingaus de aveia, entre um medo desmesurado e uma alegria sem limites (…) Eu sentia dificuldade para distinguir entre o que era imaginado e o que era real”, escreveu o cineasta sueco Ingmar Bergman.

O Centro de Referências em Educação Integral preparou uma seleção de produções, de diversos países, que registram histórias nas quais diversos acontecimentos – da separação dos pais a eventos históricos trágicos, passando por situações de vulnerabilidade social e o luto – são protagonizadas por crianças. Confira!

http://educacaointegral.org.br/reportagens/20-filmes-que-exploram-o-olhar-das-criancas-sobre-o-mundo

11 filmes geniais sobre manipulação midiática (por Leandro Godoy)

Por Leandro Godoy – novembro/2016.

“Esses filmes são verdadeiras obras-primas conscientizadoras sobre a máquina manipulativa que são as mídias, eles mostram de forma crua e bastante didática o poder de persuasão delas sobre as massas. Em vários países as mídias derrubam governos, formam opiniões, ditam modas, criam ídolos, símbolos e mitos. Vemos o seu poder manipulativo principalmente em países onde o índice educacional é baixo, onde governos trabalham em prol da corrupção e onde as grandes mídias são economicamente dependentes do governo, tipo no Brasil por exemplo.”

Leia mais:

https://cinemaefuria.blogspot.com.br/2016/11/11-filmes-geniais-sobre-manipulacao.html?m=1

 

O caráter da repressão (por Antônio Cândido/via Outras Palavras)

160908-repressao

Por Antônio Cândido ( (texto publicado em “Opinião”, em janeiro de 1972) – 8/9/2016 – via Outras Palavras.

Há quase cinquenta anos, grande crítico apoiava-se em Kafka, Dostoievski e no cinema para dizer: instituição policial “já não tem necessidade de motivos, mas apenas de estímulos”…

Leia mais:

http://outraspalavras.net/brasil/o-carater-da-repressao-segundo-antonio-candido

 

Pipoca, cinema e “Fora, Temer!”

Por Celso Vicenzi – 5/9/2016.
 
Sessões do filme Aquarius, com Sônia Braga, nos cinemas da Ilha, não raro têm sido encerradas com um animado coro de “Fora, Temer!” Os principais atores do filme, pra quem não lembra, ergueram cartazes no tapete vermelho de Cannes em protesto contra o golpe no Brasil. Público majoritariamente de esquerda, tem prestigiado o filme, que conta a história de Clara, uma moradora que luta contra a especulação imobiliária numa praia do Recife (PE).

Nove filmes para debater a violência contra a mulher (por Mariana Gonzalez e Raíssa Rivera, no Delas/via Outras Mídias)

thelma-louise

“Thelma e Louise” de Ridley Scott.

Por Mariana Gonzalez e Raíssa Rivera, no Delas/via Outras Mídias – 23/8/2016.

“Tema ainda é pouco abordado nos cinemas. Com a ajuda do Coletivo Vermelha e das cineastas Eliza Capai e Tata Amaral, listamos produções que ajudam a examiná-lo e enfrentá-lo.”

Leia mais:

http://outras-palavras.net/outrasmidias/?p=346869