Cultura inútil: Rebuscamentos (por Mouzar Benedito/via blog da Boitempo)

temer-poeta

Por Mouzar Benedito – 23/2/2017 – via blog da Boitempo.

Por que falar uma coisa de forma simples e clara, se se pode expressar de forma rebuscada e metafórica? Existem chavões manjados, como nos programas de televisivos, em que certos crimes foram cometidos “com requintes de crueldade”. Políticos não falam que uma coisa é mentira, dizem que é “inverdade” (quando ouço alguém falando isso, desconfio muito). Ser muito mau é exceder Herodes em crueldade.

Leia mais:

https://blogdaboitempo.com.br/2017/02/23/cultura-inutil-rebuscamentos