Drogas causam transtornos a 0,6% da população adulta global, diz agência da ONU

"Darkweb" tem sido usada para a venda de drogas para fins recreativos, tais como cannabis, ecstasy (foto), cocaína, alucinógenos e novas substâncias psicoativas (NPS). Foto: EBC

“Darkweb” tem sido usada para a venda de drogas para fins recreativos, tais como cannabis, ecstasy (foto), cocaína, alucinógenos e novas substâncias psicoativas (NPS). Foto: EBC.

Por revistaamazonia.com.br e ONU Brasil – 22/6/2017.

Cerca de 250 milhões de pessoas usavam drogas em 2015 no mundo. Desse total, cerca de 29,5 milhões — ou 0,6% da população adulta global — usavam drogas de forma problemática e apresentam transtornos relacionados ao consumo, incluindo a dependência.

Os opióides (ópio, morfina, heroína e derivados sintéticos) apresentam os maiores riscos de danos à saúde, representando 70% do impacto negativo associado ao consumo de drogas no mundo, segundo o Relatório Mundial sobre Drogas, lançado nesta quinta-feira (22) pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC).

Leia mais:

 

Elas imprimiram o clitóris em 3D (é maior do que você pensava) – por Nathalia Ziemkiewicz/via Yahoo Vida e Estilo

Julieta Jacob e Caroline Arcari com o modelo de clitóris em 3D, cuja comercialização é pioneira no Brasil (Divulgação/Clitóri-se).

Por Nathalia Ziemkiewicz – 14/6/2017 – via Yahoo Vida e Estilo.

Essa coisinha fofa que parece ter pescoço-braços-peitos é um clitóris. Nunca mais o subestime: é bem maior que uma ervilha, mais potente que qualquer pênis, responsável por todos os orgasmos femininos. Ao longo da História, ele foi ignorado pela medicina e condenado por religiões. Ainda hoje, segue desconhecido entre as pernas de algumas e minimizado pela vaidade de alguns.

Leia mais:

https://br.vida-estilo.yahoo.com/elas-imprimiram-o-clitoris-em-3d-e-maior-que-voce-pensava-212247051.html

As polêmicas envolvendo o IDP de Gilmar Mendes (por Patricia Faermann/via Luis Nassif/GGN)

Foto: Walter Alves/IDP.

Por  Patricia Faermann – 15/6/2017 – via Luis Nassif/GGN.

O Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP) de propriedade do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), teve mais um de seus patrocínios envolvidos em polêmicas. Além dos casos já revelados há mais de três anos pelo GGN, o Instituto recebeu R$ 2,1 milhões do grupo J&F, investigado no esquema da Operação Lava Jato, e que tem processos que podem ser analisados pelo próprio Gilmar, que insiste em não se declarar impedido.

Leia mais:

http://jornalggn.com.br/noticia/as-polemicas-envolvendo-o-idp-de-gilmar-mendes

Em 10 anos houve aumento de 22% na morte de mulheres negras, diz estudo

Por Secretaria Especial de Políticas para Mulheres – 6/6/2017

O Atlas da Violência 2017, apresentado nessa segunda-feira (5) pelo Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (IPEA) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), revela uma triste realidade: o aumento de 22% da morte de mulheres negras, no período de 2005 a 2015. Nessa população, o índice de mortes chega a 5,2 mortes para cada 100 mil mulheres negras. Quando o estudo compara as mulheres não negras, no mesmo período, houve redução de 7,4%, com uma taxa de 3,1% mortes para cada 100 mil mulheres não negras.

Leia mais:

http://www.spm.gov.br/noticias/em-10-anos-houve-aumento-de-22-na-morte-de-mulheres-negras-diz-estudo

Nível do mar na costa brasileira tende a aumentar nas próximas décadas (por Elton Alisson/Agência Fapesp)

Nível do mar na costa brasileira tende a aumentar nas próximas décadas

País não possui estudo integrado da vulnerabilidade das cidades litorâneas ao fenômeno, aponta relatório especial do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas. Imagem: Ponta da Praia, em Santos/Leandro Negro/Agência Fapesp.

Por Elton Alisson – 5/6/2017 – Agência Fapesp.

O nível do mar na costa brasileira tende a aumentar nas próximas décadas. No Brasil, contudo, onde mais de 60% da população vive em cidades costeiras, não há um estudo integrado da vulnerabilidade dos municípios litorâneos a este e a outros impactos decorrentes das mudanças climáticas, como o aumento da frequência e da intensidade de chuvas. Um estudo desse gênero possibilitaria estimar os danos sociais, econômicos e ambientais e elaborar um plano de ação com o intuito de implementar medidas adaptativas.

Leia mais:

http://agencia.fapesp.br/nivel_do_mar_na_costa_brasileira_tende_a_aumentar_nas_proximas_decadas/25414

Este blog reúne mais de 150 livros de fotografia sobre a África (por Juliana Domingos de Lima/via Nexojornal)

Foto: Reprodução/Africa in the Photobook. Fotografias do livro “Les Hommes de la Danse” (Os homens da dança), de 1954, do fotógrafo Michel Huet. 

Por Juliana Domingos de Lima – 29/5/2017 – via Nexojornal.

Site ‘Africa in the Photobook’ mostra mudanças na forma como o continente é retratado ao longo de quase um século.

Leia mais:

https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/05/29/Este-blog-re%C3%BAne-mais-de-150-livros-de-fotografia-sobre-a-%C3%81frica

Os 100 primeiros anos de fotografia na Europa disponíveis on-line (por André Cabette Fábio/via Nexojornal)

Por André Cabette Fábio – 27/5/2017 – via Nexojornal.  Foto: Josep Thomas Bigas/Europeana.

Com parceiros como Biblioteca Britânica e Museu do Louvre, plataforma da União Europeia acaba de lançar uma seção com 2,2 milhões de fotos.

Leia mais:

https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/05/28/Os-100-primeiros-anos-de-fotografia-na-Europa-dispon%C3%ADveis-on-line

Os detalhes de como a Lava Jato protegeu Aécio Neves (por Marcelo Auler/via Pragmatismo Político)

lava jato pf moro protegeu aécio neves michel temer corrupção

Por Marcelo Auler – 24/5/2017 – via Pragmatismo Político.

Jornalista revela detalhes de como o senador Aécio Neves (PSDB-MG) estava sendo protegido pela Força Tarefa da Lava Jato diante de tantas acusações ao longo dos últimos anos. Mesmo delegados da Polícia Federal não escondiam seu apoio ao tucano nas redes sociais.

Leia mais:

http://www.pragmatismopolitico.com.br/2017/05/lava-jato-protegeu-aecio-neves.html