Brasileiros contra o Brasil

Por Celso Vicenzi – 7/12/2017.

Uma boa parcela do Judiciário, do MP, da PF, da mídia, empresariado e outros setores que deram o golpe e o tutelam, nem parece que são brasileiros. Agem contra os interesses nacionais. Afinal, o que pretendem com a destruição do país, seus ativos de inteligência, sua soberania?

Seis estatísticas que mostram o abismo racial no Brasil (por Tory Oliveira/via Carta Capital)

Protesto no Dia da Consciência Negra

Integrantes de movimentos sociais e de defesa dos direitos da comunidade negra protestam na 13ª Marcha da Consciência Negra, em 2016. Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil.

Por Tory Oliveira – 20/11/2017 – via Carta Capital.

No Brasil, a população negra é mais atingida pela violência, desemprego e falta de representatividade.

Leia mais:

https://www.cartacapital.com.br/sociedade/seis-estatisticas-que-mostram-o-abismo-racial-no-brasil

Tia Ciata é a mãe negra do samba, que cedeu sua casa e sua vida para o estilo nascer no Brasil (por Thais Matos/via Huff Post Brasil)

Divulgação/Acervo da Organização Cultural Remanescentes de Tia Ciata.

Tia Ciata é considerada matriarca do samba brasileiro e referência do candomblé no início do século 20.

Por Thais Matos – 20/11/2017 – /via Huff Post Brasil.

Nascida Hilária Batista de Almeida, Ciata saiu da Bahia durante a diáspora para se tornar a dama do samba e do candomblé do Rio de Janeiro.

Leia mais:

http://www.huffpostbrasil.com/2017/11/16/samba-e-coisa-de-preta-a-historia-de-tia-ciata-a-matriarca-do-samba-brasileiro_a_23279720/?utm_hp_ref=br-mulheres

 

Brasil: como os mais ricos sonegam impostos (por Camilla Veras Mota e Leticia Mori, na BBC Brasil/via Outras Palavras)

A doação de patrimônio para fundações é uma das categorias do 'planejamento sucessório', usado para diminuir os impostos sobre herança (Ilustração: Raphael Salimena)

A doação de patrimônio para fundações é uma das categorias do ‘planejamento sucessório’, usado para diminuir os impostos sobre herança. (Ilustração: Raphael Salimena).

Por Camilla Veras Mota e Leticia Mori, na BBC Brasil – 7/11/2017 – via Outras Palavras.

Salário é tributado; lucro dos empresários, não. Aluguel tem desconto, “fundo imobiliário” é isento. Seja sócio de seu filho, e não contribua sobre a herança. As mil artimanhas só possíveis para quem tem muito dinheiro.

Leia mais:

http://outraspalavras.net/outrasmidias/capa-outras-midias/brasil-como-os-mais-ricos-sonegam-impostos

“A ocasião faz o ladrão” e mais 16 frases que perderam o sentido no Brasil de hoje (por Celso Vicenzi/via DCM)

Por Celso Vicenzi – 21/10/2017 – via DCM.

No Brasil do golpe, aquele do grande acordo com “o Michel Temer, com o Supremo, com tudo”, muitas coisas perderam o sentido. Já não significam (quase) nada. Honra, dignidade, ética, justiça… essas palavras vão, digamos assim, perdendo a serventia.

O mesmo acontece com velhos ditados, frases, provérbios e outras expressões que já não exprimem o que representavam em outros momentos. Em alguns casos, caíram completamente em desuso, em outros, exigem uma nova interpretação.

Leia mais:

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/a-ocasiao-faz-o-ladrao-e-mais-16-frases-que-perderam-o-sentido-no-brasil-de-hoje-por-celso-vicenzi

Brasil é o quarto país com mais usuários de Internet do mundo, diz relatório da ONU

Em 2015, as economias em desenvolvimento responderam por 70% dos usuários de Internet no mundo. Foto: EBC

Em 2015, as economias em desenvolvimento responderam por 70% dos usuários de Internet no mundo. Foto: EBC.

Por ONU Brasil – 3/10/2017.

O Brasil é o quarto país com maior número absoluto de usuários de Internet, ficando atrás de Estados Unidos, Índia e China, segundo novo relatório da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD). Quase 90% das 750 milhões de pessoas que ficaram online pela primeira vez entre 2012 e 2015 viviam em países em desenvolvimento, segundo o documento.

Leia mais:

https://nacoesunidas.org/brasil-e-o-quarto-pais-com-mais-usuarios-de-internet-do-mundo-diz-relatorio-da-onu

Pé na Praia: Um alemão atrasado em Blumenau (por Thomas Fischermann/via DW)

Jornalista alemão Thomas Fischermann no Rio de Janeiro

O jornalista alemão Thomas Fischermann vive no Rio de Janeiro.

Por Thomas Fischermann – 6/9/2017 – via Deutsche Welle.

Para um correspondente de um jornal alemão do século 21, é uma sensação estranha estar em Blumenau, conta Thomas Fischermann. É como se fosse uma viagem a um museu no passado da própria nação.

Leia mais:

http://www.dw.com/pt-br/p%C3%A9-na-praia-um-alem%C3%A3o-atrasado-em-blumenau/a-40378758