Eu, Dallagnol e o corporativismo do Ministério Público (por Eugênio Aragão/via DCM)

Por Eugênio Aragão – 3/12/2017 – via DCM.

É de interesse público que o ministério público se cale. Só fale nos autos. Suas manifestações têm enorme potencial de acirrar conflitos, mormente quando trata a ferro e fogo pessoas sobre as quais ainda prevalece a presunção de inocência. É de interesse público que o ministério publico se porte dentro dos estritos ditames da lei, respeitando os outros poderes e seus agentes, dentro do princípio de sua separação harmônica.

Leia mais:

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/eu-dallagnol-e-o-corporativismo-do-ministerio-publico-por-eugenio-aragao

Concentração da mídia no Brasil é a pior entre 11 países, incluindo Gana e Mongólia, diz estudo financiado pela Alemanha (por Kiko Nogueira/via DCM)

Roberto Irineu Marinho inaugura o novo estúdio do Jornal Nacional.

Por Kiko Nogueira – 31/10/2017 – via DCM.

A Deutsche Welle deu uma matéria sobre o novo relatório sobre a concentração da mídia brasileira divulgado pela organização internacional Repórteres Sem Fronteiras.

A pesquisa foi feita em parceria com a ONG Intervozes e financiada pelo Ministério de Cooperação Econômica e Desenvolvimento da Alemanha.

Leia mais:

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/concentracao-da-midia-no-brasil-e-a-pior-entre-11-paises-incluindo-gana-e-mongolia-diz-estudo-financiado-pela-alemanha

 

A reforma trabalhista, a ração humana e a escravidão: a direita brasileira nos roubou a civilização (por Carlos Fernandes/via DCM)

Por Carlos Fernandes – 19/10/2017 – via DCM.

Para além do descumprimento à Constituição Federal, da desobediência às normas democráticas, da falência institucional e da desmoralização internacional, o golpe parlamentar que reconduziu a direita ao poder nacional no Brasil vem subjugando a própria condição humana da grande massa de pobres e excluídos dessa nação.

Leia mais:

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/a-reforma-trabalhista-a-racao-humana-e-a-escravidao-a-direita-brasileira-nos-roubou-a-civilizacao-por-carlos-fernandes

Precisamos falar sobre a Miss Canadá e a crueldade dos concursos de beleza (por Nathali Macedo/via DCM)

Siera Bearchell, Miss Canadá

Siera Bearchell, Miss Canadá.

Por Nathali Macedo – via DCM – 30/1/2017.

No século da diversidade, há alguma coisa mais antiquada do que concursos de beleza? Pior: Há algo que faça menos sentido do que eleger apenas uma mulher que represente uma “beleza universal” que simplesmente não existe?

O Miss Universo, maior deles, é mais obsoleto que aparelho de fax. Mais cafona que os quadros de Romero Britto. Mais desnecessário que os tweets de Janaína Paschoal.

Leia mais:

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/precisamos-falar-sobre-a-miss-canada-e-a-crueldade-dos-concursos-de-beleza-por-nathali-macedo

O artigo sobre delação que Moro traduziu de um juiz dos EUA prega o oposto do que faz a Lava Jato (por Marcos Danhoni/via DCM)

Sérgio Moro

Por Marcos Danhoni – 22/11/2016 – via DCM.

“Sergio Moro nunca trabalhou com “a verdade como mercadoria”. Criou uma similaridade com a operação Mani Pulite (“Mãos Limpas”) do promotor Antonio di Pietro, que destruiu a classe política italiana de uma forma que permitiu a sucessão de um governo estável pelos 10 anos posteriores com um mafioso como Berlusconi no poder.

Dez longos e doloridos anos que mergulharam a Itália numa crise da qual ela ainda não saiu: política, econômica, social e judiciária. O próprio Antonio di Pietro, cego pela ambição política e por ter-se tornado um promotor pop-star, adentrou na política e nela se enterrou com posteriores acusações contra si por subtração de fundos destinados ao seu partido e por enriquecimento ilícito.”

Leia mais:

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/o-artigo-sobre-delacao-que-moro-traduziu-prega-o-oposto-do-que-faz-a-lava-jato-por-marcos-danhoni

A prisão de Mantega no hospital e o lamento sobre Marisa Letícia estão no mesmo pacote (por Kiko Nogueira/via DCM)

Mantega é abordado no Einstein

Mantega é abordado no Einstein.

Por Kiko Nogueira/via DCM – 22/9/2016.

O sadismo e a onipotência ajudam a explicar o fato de os agentes da PF irem até o hospital Albert Einstein, em São Paulo, para prender Guido Mantega na 34ª fase da Lava Jato.

O ex-ministro acompanha a mulher que se trata de câncer. A intenção era capturá-lo em casa, no bairro de Pinheiros. Lá só estava o filho dele, de 16 anos, e uma empregada. É de se imaginar o horror do qual esse rapaz jamais escapará: acordado por policiais no encalço do pai num momento já terrível.

Isso não é justiça. Isso é outra coisa. O procurador de barbicha que sempre aparece na TV disse na coletiva que, infelizmente, “coincidências como essas vão acontecer”.

Leia mais:

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/a-prisao-de-mantega-no-hospital-e-o-lamento-sobre-marisa-leticia-estao-no-pacote-de-sadismo-de-moro-por-kiko-nogueira

Depois de buscar Mantega no hospital, que falta a Lava Jato fazer no rol das monstruosidades? (por Paulo Nogueira/via DCM)

Vítima de uma atrocidade

Por Paulo Nogueira – 22/9/2016 – via DCM.

“Que a Lava Jato é fundamentalmente injusta sabemos.

Que ele é um arma da plutocracia para destruir o PT e Lula sabemos.

Que ela faz uma parceria indecente com a mídia, sobretudo, a Globo, sabemos.

Que ela ajuda o Brasil a ser uma República das Bananas, sabemos.

Mas que ela é canalha, miseravelmente canalha, desumanamente canalha tivemos a prova nesta manhã de quinta no curso da Operação Arquivo X.”

Leia mais:

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/depois-de-buscar-mantega-no-hospital-que-falta-a-lava-jato-fazer-no-rol-das-monstruosidades-por-paulo-nogueira

As acusações contra Lula e a contrarreforma (por Luiz Eduardo Soares/via DCM)

lula rui falcão

Por Luiz Eduardo Soares/via DCM – 19/9/2016.

“O Ministério Público Federal, atuando no Paraná, entendeu que o ex-presidente Lula é o chefe de um organização criminosa que assaltou o Estado brasileiro. Os procuradores fundamentaram sua conclusão em três interpretações dos fatos identificados nas investigações: 1) indivíduos que desempenharam funções públicas favoreceram interesses privados, em troca de propinas milionárias, as quais foram divididas com outros indivíduos e partidos políticos. Entre os beneficiários estava o PT; 2) Os corruptos foram nomeados com o aval do presidente da República; 3) O presidente sabia o que faziam.

A intenção deste artigo é questionar esta acusação a Lula. Eu o faço com a autoridade moral de quem tem denunciado a corrupção dos governos petistas, desde antes do mensalão; de quem sempre defendeu a Lava-Jato e admira a competência, a coragem e a independência do procurador Deltan Dallagnol.”

Leia mais:

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/as-acusacoes-contra-lula-e-a-contrarreforma

Até quando Temer vai fugir como um poltrão dos brasileiros? (por Paulo Nogueira/via DCM)

Escondido desde o início

Por Paulo Nogueira – 7/9/2016 – via DCM.

“Até quando Temer vai fugir como um poltrão dos brasileiros?

Você pode resumir assim seus já mais de três meses no Planalto: fugiu.

Fugiu nas Olimpíadas, fugiu na posse, vai fugir neste 7 de Setembro. Acoelhado, trocou o tradicional Rolls Royce de capota conversível em que presidentes desfilavam por um carro fechado em que se esconderá.

Foi para isso que ele foi um monstro moral, um traidor imundo, um conspirador abjeto? Para fugir?

O legado para os brasileiros já está dado. Temer passará para a história como símbolo de uma presidência ilegítima e golpista.”

Leia mais:

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/ate-quando-temer-vai-fugir-como-um-poltrao-dos-brasileiros-por-paulo-nogueira

Jantando com Kim em Floripa: não comi e não gostei (por Renan Antunes de Oliveira/via DCM)

Captura de Tela 2016-08-30 às 22.23.37

Renan, um baita repórter, tenta jantar com Kim Kataguiri, mas é barrado. Mais um texto que é uma aula de jornalismo (não, não, isso que estão publicando na maioria dos jornais só se parece com jornalismo, mas é outra coisa).

Por Renan Antunes de Oliveira – 30/8/2016 – via DCM.

Confira:

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/jantando-com-kim-em-floripa-nao-comi-e-nao-gostei-por-renan-antunes