Uma outra história: a iconografia de um país nada cordial

Conflitos: Fotografia e Violência Política no Brasil 1889-1964

Casa bombardeada em São Paulo, em 1924, uma das imagens da exposição ‘Conflitos: Fotografia e Violência Política no Brasil 1889-1964’. COLEÇÃO MONSENHOR JAMIL ABIB.

Por André de Oliveira – 15/5/2018 – via El País.

Quando olha para as disputas, conflitos e violências atuais, o Brasil tem muitas vezes dificuldade em entender de onde partiu a centelha do conflito, exatamente. Afinal, o retrato do brasileiro como um povo cordial, pacífico e conciliador abunda tanto na historiografia, quanto na iconografia. As grandes imagens do Brasil falam, muitas vezes, de um país icônico: jangadas ao mar, religiões afro-brasileiras, novas cidades sendo erigidas em meio ao cerrado. Oferecer uma outra representação, que ilustre os conflitos e violências constantes que fizeram e fazem parte da história do país, é o que pretende a exposição Conflitos: Fotografia e Violência Política no Brasil 1889-1964, que, depois de uma temporada no Rio de Janeiro, chega ao Instituto Moreira Salles (IMS) de São Paulo, terça-feira, dia 8.

Leia mais:

https://brasil.elpais.com/brasil/2018/05/07/cultura/1525729238_420546.html?utm_source=Colabora&utm_campaign=30e5cf063c-EMAIL_CAMPAIGN_2018_05_08&utm_medium=email&utm_term=0_7b4d6ea50c-30e5cf063c-417482585

Com mostra do MBL, a UFSC do reitor Cancellier vira cobaia de modelo de agitação de direita (por Celso Vicenzi/via DCM)

Os kataguiris na UFSC.

Por Celso Vicenzi – 9/11/2017 – via DCM.

O suicídio do reitor pode não ter sido um ato isolado, pois os ataques à universidade prosseguem. E as motivações, aparentemente, são maiores do que aquelas a que as notícias se referem, afinal, em todo o país, as instituições públicas estão sendo sucateadas, denunciadas e vendidas ao setor privado. Quem acompanha o meticuloso xadrez do golpe sabe que nenhum lance é ingênuo e boa parte da mídia tem exercido o papel de esconder e supervalorizar fatos, e também legitimar atos induzidos como se produzidos espontaneamente.

Leia mais:

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/com-mostra-do-mbl-a-ufsc-do-reitor-cancellier-vira-cobaia-de-modelo-de-agitacao-de-direita-por-celso-vicenzi