Mundo tem recorde de pessoas deslocadas

Membros da minoria muçulmana rohingya fogem de Myanmar em direção a Bangladesh

Membros da minoria muçulmana rohingya fogem de Myanmar em direção a Bangladesh. Foto: M. Mostqfigur Raman/Deutsche Welle.

Por BBC Brasil – 20/6/2018.

Em 2017, 68,5 milhões estavam longe de suas regiões de origem, fugindo de conflitos, crise, violência ou perseguição. Número, que inclui deslocados internos e refugiados, é o maior registrado em sete décadas.

Leia mais:

http://www.dw.com/pt-br/mundo-tem-recorde-de-pessoas-deslocadas/a-44286125?utm_source=Colabora&utm_campaign=c98e3e596e-EMAIL_CAMPAIGN_2018_06_20_05_22&utm_medium=email&utm_term=0_7b4d6ea50c-c98e3e596e-417482585

A comovente gravação que mostra o sofrimento das crianças separadas da família pela Imigração nos EUA

 Gravação mostra sofrimento das crianças separadas da família na fronteira dos EUA.
Gravação mostra sofrimento das crianças separadas da família na fronteira dos EUA

São quase oito minutos de áudio com choro e súplicas de crianças.

Por BBC Brasil – 19/6/2018.

São quase oito minutos de áudio com choro e súplicas de crianças.

O site Propublica divulgou uma gravação em que é possível ouvir o sofrimento de meninos e meninas imigrantes da América Central, separados de seus pais após tentarem entrar ilegalmente nos Estados Unidos.

A gravação foi feita em um centro de detenção da Patrulha de Fronteira americana, na fronteira do país com o México.

Leia mais:

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-44532068?utm_source=Colabora&utm_campaign=c98e3e596e-EMAIL_CAMPAIGN_2018_06_20_05_22&utm_medium=email&utm_term=0_7b4d6ea50c-c98e3e596e-417482585

Meninos sírios ainda morrem na praia todo dia. Alguém se importa? (Por Mauro Donato)

“A imagem deve sim incomodar, revirar o estômago, tirar-lhe da zona de conforto, obrigá-lo a escrever um artigo, a dar um berro, arrancar nem que sejam suas últimas lágrimas.

A máquina fotográfica nada pode em relação a isso e seu produto, a foto, é apenas um selfie da vida. Não gostou?  Sinto muito, é um retrato fidelíssimo, sem retoques. Então você fará o que para mudar?”

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/meninos-sirios-ainda-morrem-na-praia-todo-dia-alguem-se-importa-por-mauro-donato