Falhas em hospitais são a segunda causa de morte no país (por Décio Trujilo/via Huff Post Brasil)

Falhas banais como erros de dosagem ou de medicamento mataram 302.610 pessoas nos hospitais brasileiros em 2016, de acordo com o Anuário da Segurança Assistencial Hospitalar no Brasil. Foto: Stringer Brazil/Reuters.

Por Décio Trujilo – 22/11/2017 – via Huff Post Brasil.

Falhas banais como erros de dosagem ou de medicamento, uso incorreto de equipamentos e infecção hospitalar mataram 302.610 pessoas nos hospitais públicos e privados brasileiros em 2016. Foram, em média, 829 mortes por dia, uma a cada minuto e meio. Dentro das instituições de saúde, as chamadas mortes por “eventos adversos” ficam atrás daquelas provocadas por problemas no coração.

Leia mais:

http://www.huffpostbrasil.com/2017/11/22/falhas-em-hospitais-sao-a-segunda-causa-de-morte-no-pais_a_23285346/?utm_hp_ref=br-noticias

 

Brasil registra recorde de mortes violentas em 2016 (por Deutsche Welle)

default

Por Deutsche Welle – 30/10/2017.

País teve 61.619 casos documentados em todo o ano, maior número da história, com média de sete pessoas mortas a cada hora ou 29,9 homicídios por 100 mil habitantes. Violência policial também aumenta.

Leia mais:

http://www.dw.com/pt-br/brasil-registra-recorde-de-mortes-violentas-em-2016/a-41172942?utm_source=Colabora&utm_campaign=e3ff7f34b0-EMAIL_CAMPAIGN_2017_10_30&utm_medium=email&utm_term=0_7b4d6ea50c-e3ff7f34b0-417482585