Mundo tem recorde de pessoas deslocadas

Membros da minoria muçulmana rohingya fogem de Myanmar em direção a Bangladesh

Membros da minoria muçulmana rohingya fogem de Myanmar em direção a Bangladesh. Foto: M. Mostqfigur Raman/Deutsche Welle.

Por BBC Brasil – 20/6/2018.

Em 2017, 68,5 milhões estavam longe de suas regiões de origem, fugindo de conflitos, crise, violência ou perseguição. Número, que inclui deslocados internos e refugiados, é o maior registrado em sete décadas.

Leia mais:

http://www.dw.com/pt-br/mundo-tem-recorde-de-pessoas-deslocadas/a-44286125?utm_source=Colabora&utm_campaign=c98e3e596e-EMAIL_CAMPAIGN_2018_06_20_05_22&utm_medium=email&utm_term=0_7b4d6ea50c-c98e3e596e-417482585

Brasil é o quarto país com mais usuários de Internet do mundo, diz relatório da ONU

Em 2015, as economias em desenvolvimento responderam por 70% dos usuários de Internet no mundo. Foto: EBC

Em 2015, as economias em desenvolvimento responderam por 70% dos usuários de Internet no mundo. Foto: EBC.

Por ONU Brasil – 3/10/2017.

O Brasil é o quarto país com maior número absoluto de usuários de Internet, ficando atrás de Estados Unidos, Índia e China, segundo novo relatório da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD). Quase 90% das 750 milhões de pessoas que ficaram online pela primeira vez entre 2012 e 2015 viviam em países em desenvolvimento, segundo o documento.

Leia mais:

https://nacoesunidas.org/brasil-e-o-quarto-pais-com-mais-usuarios-de-internet-do-mundo-diz-relatorio-da-onu

FAO lança concurso de relatos e fotografias sobre mulheres rurais na América Latina e no Caribe

FAO lança concurso de relatos e fotografias sobre mulheres rurais na América Latina e no Caribe. Foto: EBC

FAO lança concurso de relatos e fotografias sobre mulheres rurais na América Latina e no Caribe. Foto: EBC.

Por ONU Brasil – 5/6/2017.

Estão abertas inscrições para concurso de relatos e fotografias sobre experiências de vida de mulheres rurais e suas organizações na América Latina e no Caribe, promovido pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO); prazo é 31 de julho.

Os dois primeiros lugares ganharão passagens e estadia para acompanhar a 2ª Conferência de Mulheres Rurais da América Latina e do Caribe que será realizada em setembro no Paraguai.

Leia mais:

https://nacoesunidas.org/fao-lanca-concurso-de-relatos-e-fotografias-sobre-mulheres-rurais-na-america-latina-e-no-caribe

‘É como dar cheque em branco’: privatizar estatal de água para sanar rombo no Rio é medida ‘imediatista’, diz relator da ONU (por Júlia Dias Carneiro/via BBC Brasil)

Protesto contra privatização da Cedae

Por Júlia Dias Carneiro – 23/2/2017 – via BBC Brasil.

Aprovar a privatização da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) do Rio para sanar a crise financeira do governo atual é uma medida que foi tomada de maneira “açodada”, sem base em evidências, sem as salvaguardas necessárias e sem considerar a função social dos serviços de saneamento, afirma Léo Heller, relator especial da ONU para o direito à água e ao saneamento e pesquisador da Fiocruz de Minas.

Leia mais:

http://www.bbc.com/portuguese/brasil-39048419

Imperdível. Advogado de Lula na ONU diz que Moro está descontrolado. Assista (por Fernando Brito/via Tijolaço e Justificando)

geoffrey

Por Fernando Brito – 20/12/2016 – via Tijolaço e Justificando.

No site Justificando a entrevista que a imprensa brasileira preferiu não fazer com Geoffrey Robertson, o advogado que representa Lula na Corte de Direitos Humanos da ONU, em Genebra.

Ele não aponta apenas as violações  que estão sendo cometidas contra o ex-presidente, mas diz o que não se tem coragem de dizer aqui: que Sérgio Moro age de uma forma que “nenhum país do mundo permitiria que um juiz se comportasse”.

“Como um egomaníaco , que ama a publicidade e que levanta multidões para o seu lado”

Veja a entrevista, espetacular, com legendas em português.

http://www.tijolaco.com.br/blog/imperdivel-advogado-de-lula-na-onu-diz-que-moro-esta-descontrolado

 

Por que a violência contra mulheres indígenas é tão difícil de ser combatida no Brasil (por Ana Beatriz Rosa/via HuffPost Brasil)

mulheres indígenas mt

Por Ana Beatriz Rosa – 25/11/2016 – via HuffPost Brasil.
Foto: Junior Silgueiro/GCOM-MT.

“As mulheres são as principais vítimas das violências praticadas contra as comunidades indígenas no mundo, de acordo com relatório da ONU.

Os dados da organização mostram que mais de 1 em cada 3 mulheres indígenas são estupradas ao longo da vida – e a violência faz parte de uma estratégia para desmoralizar a comunidade ou como “limpeza étnica”.

No Brasil não é diferente.”

Leia mais:

http://www.brasilpost.com.br/2016/11/25/lei-maria-da-penha-mulher_n_13135104.html?utm_hp_ref=mulheres

ONU Mulheres: 81% dos homens consideram Brasil um país machista, diz pesquisa

Pesquisa mostrou que 45,5% dos homens consultados disseram que gostariam de se expressar de modo menos duro ou agressivo. Foto: George Campos / USP Imagens

Pesquisa mostrou que 45,5% dos homens consultados disseram que gostariam de se expressar de modo menos duro ou agressivo. Foto: George Campos/USP Imagens.

Por ONU Brasil – 25/10/2016.

“Pesquisa realizada pela ONU Mulheres e pelo portal Papo de Homem mostrou que 81% dos homens entrevistados concordam que o machismo ainda é recorrente no Brasil, enquanto o percentual sobe para 95% no caso das mulheres.

Segundo o levantamento, estereótipos do comportamento masculino causam dificuldades para os homens, já que 66,5% deles disseram não conversar com os amigos sobre medos e sentimentos. Outros 45% disseram que não gostam de se sentir responsáveis pelo sustento financeiro da casa e 45,5% disseram que gostariam de se expressar de modo menos duro ou agressivo.”

Leia mais:

https://nacoesunidas.org/onu-mulheres-81-dos-homens-consideram-brasil-um-pais-machista-diz-pesquisa

“Moradia se tornou sinônimo de mercadoria”, diz a ex-relatora da ONU Raquel Rolnik (por Camilla Hoshino e Thiago Hoshino/via Brasil de Fato)

Raquel Rolnik esteve em Curitiba para o lançamento de seu livro "Guerra dos Lugares" e participou do Circo da Democracia  - Créditos: Fotos: Leandro Taques, para o Jornalistas livres

Raquel Rolnik esteve em Curitiba para o lançamento de seu livro “Guerra dos Lugares” e participou do Circo da Democracia. Fotos: Leandro Taques, para o Jornalistas livres.

Por Camilla Hoshino e Thiago Hoshino/via Brasil de Fato – 16/8/2016.

Em entrevista, a arquiteta fala sobre financeirização das políticas habitacionais em diversas partes do mundo.

Leia mais:

https://brasildefato.com.br/2016/08/16/moradia-se-tornou-sinonimo-de-mercadoria-diz-a-ex-relatora-da-onu-raquel-rolnik

29 milhões de adultos dependem de drogas, aponta relatório do UNODC (por ONU Brasil)

Por ONU Brasil – 24/6/2016.

“Relatório do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) calcula que cerca de 5% da população adulta, ou 250 milhões de pessoas entre 15 e 64 anos, usou pelo menos algum tipo de droga em 2014. Transtornos relacionados ao consumo registraram crescimento preocupante.”

Leia mais:

https://nacoesunidas.org/29-milhoes-de-adultos-dependem-de-drogas-aponta-relatorio-do-unodc